Qual negócio ideal para meu perfil de empreendedor?

Tempo de leitura: 6 minutos

Abrir o negócio ideal é o sonho de quem tem perfil empreendedor e deseja trabalhar por conta própria. Mas qual será o melhor perfil para cada tipo de negócio?É importante encontrar a resposta para fazer um bom investimento com perspectiva de retorno.

A identificação do perfil empreendedor tem papel fundamental na gestão do novo negócio. Para não fazer parte da estatística de morte súbita — muitas empresas não sobrevivem aos cinco primeiros anos — investir certo é a primeira estratégia que deve ser pensada.

Neste post vamos falar sobre a escolha do negócio ideal e como um empreendedor de perfil adequado pode engajar a impulsionar as vendas para fazer do negócio uma referência de sucesso no mercado!

Quais são os tipos mais comuns de perfil empreendedor?

Nos últimos anos, principalmente em função da crise econômica, enquanto diversos profissionais investiram para gerar renda e afastar o fantasma do desemprego, outros, empreendedores natos, fizeram suas apostas.

Ter o dinheiro necessário para investir é essencial e pode mesmo alavancar um negócio, mas os conhecimentos sobre gestão, marketing, finanças e estoque estão na lista de competências e habilidades que complementam o pacote de atributos de um bom empreendedor.

Saiba decifrar um pouco da sua personalidade como empreendedor antes de tomar qualquer decisão. Se a sua capacidade de gerir um empreendimento estiver adequada ao tipo de negócio que você vislumbra abrir, as chances de ele dar certo serão bem maiores.

Veja agora qual é o seu perfil no universo empreendedor e saiba, dentre os mais notáveis, como aproveitar as características em prol do novo negócio!

Realístico-Gerencial

O planejamento é tudo na vida desse tipo de empreendedor. A organização e o controle são palavras de ordem e dificilmente ele dará passos financeiros sem previsão orçamentária ou vislumbre de lucratividade.

Para não correr riscos, é adepto aos processos e planeja minuciosamente cada etapa, se certificando de que tudo está saindo conforme o plano de negócio. Utiliza os números para fazer projeções calculadas e mensurar resultados.

É comum ver o perfil realístico-gerencial à frente de empresas de cobranças, redes bancárias, intermediadoras de pagamentos.

Social-Afetivo

O empreendedor com o perfil social-afetivo gosta de estar no meio de pessoas e fazer contatos. É alegre, dinâmico e colaborativo, o que contribui para o trabalho em equipe e atuação em negócios que exijam um bom relacionamento.

Normalmente estão à frente de bares, lanchonetes e eventos, sempre dispostos a promover o melhor para que as pessoas tenham boas experiências e se sintam confortáveis por isso.

Investigador-Criador

É um perfil curioso por essência, que prioriza o aprendizado e o desenvolvimento. Está sempre em busca de inovação e não se aquieta até ter pleno domínio de algo. É capaz de passar longas horas em busca de solução para dúvidas ou investigando uma maneira de criar métodos.

Desenvolvimento de software ou games, aprendizado de idiomas — negócios com processo de criação e investigação são bem-vindos nas análises desse perfil para um novo investimento.

Artístico-Imaginativo

Algumas pessoas simplesmente não conseguem permanecer sentados atrás de uma mesa em lugar fechado por tanto tempo. Elas se sentem aprisionadas, o que pode tolher o senso criativo. Fogem da rotina para buscar novidades e não se prendem aos padrões sociais preestabelecidos.

Negócios de moda, decoração de ambientes e shows costumam ser bem representados por um empreendedor com esse perfil.

Concreto-Convencional

É um perfil que não se importa com as regras e procedimentos impostos por processos ou padrões sociais. Não se importa também com a submissão a uma rotina e lida bem com a pressão pelo cumprimento de prazos. É estável e emocionalmente controlado, o que ajuda nas situações de análise e tomada de decisão.

Pode ser advogado, contador, consultor e oferecer serviços especializados que requeiram uma metodologia de trabalho e atendimento com prazos estabelecidos.

Como escolher o negócio ideal?

Depois de fazer uma análise profunda de si mesmo baseando na descrição dos perfis mais comuns, é hora de escolher o negócio ideal. Analise as dicas que trazemos a seguir e adapte às características da sua personalidade — muito em breve você saberá que tipo de negócio deve abrir.

Conheça as necessidades do mercado

Nenhum empreendedor deseja fazer investimentos para ter prejuízos, pelo contrário, estão muito dispostos a fazer dar certo e serem donos do próprio destino. Embora abrir um novo negócio cause um misto de euforia e receio, os objetivos são focados na ideia de negócio lucrativo e bem-sucedido.

Por isso, saber sobre as carências do mercado ajuda na hora de avaliar um segmento e os nichos de maior impacto. Seus esforços serão voltados para a conquista dos clientes com diferenciais ainda mais competitivos.

Identifique as tendências para os próximos anos

O mercado é volúvel, principalmente depois que a tecnologia passou a ocupar um lugar de referência quando o assunto é novidade. Não avalie apenas o que o mercado necessita no momento.

Seja visionário e detenha o olhar sobre as tendências futuras: aquele mercado ainda modesto e inexplorado com potencial de crescimento e que ainda não sofreu o volume de investimentos suficiente para gerar saturação.

Analise os segmentos com os quais tenha afinidade

É nesse momento que você deve dispor todas as características de perfil sobre a mesa e traçar um comparativo das diversas possibilidades de negócio e a sua personalidade para gerir aqueles que chamam mais a atenção, seja por afinidade ou oportunidade.

Lembre-se de que gostar do que faz tem sabor diferenciado — você vai se dedicar de corpo e alma à sua empresa —, mas é essencial saber sobre o negócio e a forma como você pretende estar no comando.

Levando em conta como se comporta cada perfil, você vai saber em qual deles se sente mais confortável e procurar um negócio para fazer um bom uso dos recursos pessoais disponíveis, agregando ferramentas e conhecimentos específicos.

O que temos a dizer é que não se deve ter pressa ou abrir um negócio às cegas, sem antes compreender o seu tipo de perfil e todo o cenário que envolve o negócio — econômico, mercadológico e de tendência.

No início da ideia parece fácil abrir o negócio ideal, mas você entendeu a importância de analisar mais profundamente os tipos de perfis e também os tipos de negócio para celebrar um casamento perfeito? Namore primeiro e garanta que seja uma união duradoura para ambas as partes.

Se você curtiu este post sobre o negócio ideal e o perfil de empreendedor, que tal compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais e permitir que mais pessoas tenham acesso e saibam também sobre o assunto?

Você também pode entrar em contato com a gente para saber sobre o mercado de eventos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *