7 dicas para escolher uma franquia de eventos

Tempo de leitura: 7 minutos

Ter um negócio próprio já requer do empreendedor uma grande responsabilidade sobre a gestão e condução do negócio. Para quem escolhe ser um franqueado, uma franquia de eventos exige ainda mais comprometimento e dedicação.

Na organização de um evento qualquer erro pode se tornar uma fatalidade e comprometer uma entrega de excelência e qualidade. É fundamental compreender que dependendo do evento, há sonhos e expectativas envolvidos e que não dá para recriar um momento.

Neste post vamos listar 7 dicas importantes e ajudar você a escolher uma boa franquia de eventos para investir e assim evitar surpresas desagradáveis e tantas vezes irremediáveis!

Por que é tão importante avaliar os critérios antes de escolher uma franquia de eventos?

Como dissemos no início deste post, abrir uma franquia de eventos não é como abrir muitos outros tipos de negócios. Os eventos, geralmente, são planejados com bastante antecedência, exatamente, para que tudo seja organizado em tempo adequado.

Se estivermos falando de um casamento, uma festa de formatura ou um aniversário de 15 anos, por exemplo, são eventos de momentos únicos que não permitem erros, pois, a celebração tem um aspecto sentimental e envolve diversas pessoas reunidas em um mesmo ambiente.

Infelizmente é comum ver muitos formandos, noivas e debutantes verem seus sonhos ceifados por empresas que prometem diversos serviços e não cumprem na hora do evento. São os aventureiros que ferem a imagem do segmento e colocam em risco a confiabilidade de empresas sérias que estão batalhando no mercado.

Outro ponto relevante é que há muito amadorismo nesse ramo. Organizar um evento depende de um conjunto de profissionais, entre empresa de evento, fornecedores e prestadores de serviços, que executam o trabalho em ritmo cadenciado.

Algumas empresas acreditam que estão aptas a se responsabilizar por grandes eventos e se perdem no meio do planejamento gerando prejuízo financeiro para o cliente e insatisfação quanto às deficiências no atendimento antes, durante e depois do evento.

Quais os pré-requisitos mais importantes a serem observados?

Antes de definir a franquia e assinar o contrato, esteja certo que está fazendo um investimento coerente e que o risco de não dar certo é mínimo e se limita a ser parte do contexto geral de abertura de um novo negócio.

Conheça agora 7 dicas que podem auxiliar na análise e escolha de uma empresa de eventos que seja ideal para o seu perfil empreendedor e que faça valer a pena o investimento!

1. Franquia consolidada no mercado

O tempo de vida da franqueadora e a consolidação no mercado dizem muito sobre a atuação da empresa. Quanto melhores as referências, mais confiança você terá para investir na franquia. Pesquise os eventos já realizados e procure pelos depoimentos de quem já recorreu aos serviços que a franqueadora oferece.

2. Know-how efetivo

A empresa está consolidada no mercado, mas será que a equipe franqueadora está mesmo preparada para prestar consultoria e dar suporte ao novo franqueado? Procure conhecer quem são os profissionais que estão à frente do negócio e entenda sua visão de empreendimento para saber se é mesmo uma franquia com futuro promissor.

Conheça também a equipe de operação que faz cada evento acontecer e certifique-se de que estão mesmo preparados para eventos de qualquer porte e, principalmente, aptos a lidar com imprevistos ou contratempos.

É importante observar se a Franqueadora oferece treinamentos constantes — uma plataforma EAD pode ser um diferencial forte para treinamentos dinâmicos de toda a equipe de maneira prática e rápida.

3. Transparência e responsabilidade

Desde o primeiro contato é possível detectar na postura dos gestores franqueadores, a responsabilidade com os clientes e fornecedores, além da relação transparente e idônea sobre a prestação dos serviços.

Antes, durante e depois das negociações para abertura da nova franquia o discurso deve ser o mesmo e se manter coerente com a oferta de compromisso com o franqueado. Saiba, inclusive, se a Franqueadora faz algum tipo de homologação de fornecedores e se atua com critérios de seleção, de forma a oferecer apenas os melhores aos clientes.

Esse é um comportamento que aumenta a segurança tanto de quem está contratando quanto do franqueado responsável pelo evento, pois, garante o atendimento e o cumprimento dos serviços contratados dentro da data e do prazo.

4. Suporte ao franqueado

Em unidades franqueadas há definição de papéis e cabe ao franqueador dar o suporte inicial e durante os primeiros tempos ao franqueado. Desde consultoria sobre o negócio, passando pelas ações de marketing e propaganda, chegando à preparação da equipe de atendimento e operação, a franqueadora deve formalizar o compromisso para que você como franqueado, tenha segurança do cumprimento.

5. Conteúdo da Circular de Oferta de Franquia (COF)

Todo negócio franqueado, por lei, deve contar com a Circular de Oferta de Franquia — um documento pré-contrato que contém informações minuciosas sobre o negócio e que você deve ler com calma antes de assinar qualquer documento fechando negócio.

A COF resguarda o franqueado de diversos fatores, por isso, você deve ler para concordar ou não. Informações sobre localidade, abrangência, taxas, fundo de propaganda, treinamento, normas e procedimentos estarão dispostas nesse documento.

Tome o tempo que precisar para a leitura e caso tenha questionamentos, não hesite em se reunir com a franqueadora para fazer perguntas e eliminar em totalidade qualquer dúvida sobre a atuação da empresa e a adequação da nova unidade de franquia que você pretende abrir.

6. Coerência da taxa de franquia

A taxa de franquia deve ser para licença do uso da marca, e investimento em suporte e ação de marketing com foco voltado para a própria franqueada. Tenha o cuidado de verificar em detalhes o que a taxa contempla para não precisar fazer desembolsos excedente e não previstos, no futuro.

7. Consulta aos franqueados da marca 

Tudo bem que alguns fatores como região e capacidade econômica do município onde a franquia estiver instalada podem ter realidades diferentes em relação à unidade que você deseja abrir, mas conversar com os franqueados da marca e conhecer o trabalho já em andamento pode ajudar a definir sobre a escolha de uma franquia de eventos.

Se a ideia é oferecer os mesmos serviços de organização e consultoria em eventos, certamente, tudo que já foi realizado pelas franquias serve de base para os eventos que você deve organizar daí para frente em sua nova unidade.

Verifique, inclusive, se o comportamento é de ajuda coletiva e não de competitividade, pois uma mesma marca deve contar com franqueados que se ajudam e estão sempre incentivando e contribuindo para o sucesso mútuo. Para assim elevar o nome e tornar o negócio uma referência de mercado, o que é benéfico para todos.

Por fim, tenha sempre o cuidado em observar a combinação da paixão pelo trabalho, as formalidades que envolvem o negócio e a competência de toda a equipe que estiver à frente da organização dos eventos sob a responsabilidade da marca.

Dessa forma você terá a certeza de escolher uma excelente franquia de eventos para se tornar o empreendimento da sua vida e trabalhar firme para aumentar o faturamento e contribuir ainda mais para a consolidação.

Quer ser um franqueado da VIVA Eventos? Somos a melhor franquia de eventos da atualidade e você pode entrar em contato com a gente para conhecer todos os nossos serviços e assegurar o investimento em uma marca comprometida com o que faz e com o sonho de cada cliente que nos procura para realizar seu evento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *