Mercado de franquias no Brasil: um breve panorama

Tempo de leitura: 7 minutos

Muito se fala do mercado de franquias no Brasil e do movimento crescente da economia em função de diversos segmentos que aderiram a esse formato de negócio que se tornou atraente para quem deseja investir e crescer junto com uma marca.

Embora a crise econômica e o desemprego tenham influenciado no crescimento do volume de franquias, é fato que um negócio que já deu certo no mercado favorece a quem deseja trabalhar por conta própria, minimizando os riscos financeiros.

Neste post vamos tecer um breve panorama do mercado de franquias e apresentar as tendências do setor que estão permitindo que cada vez mais empreendedores aproveitem a oportunidade de gerir uma empresa própria aproveitando uma marca de peso mercadológico!

Como anda o desempenho das franquias no Brasil?

Antes de falarmos sobre os números da economia, vale salientar que o mercado de franquias é regulamentado pela Lei 8.955, de dezembro de 1994, embora a primeira franquia (escola de idiomas Yázigi) que se tem notícia no Brasil tenha chegado há mais de 50 anos.

A lei prevê os direitos e as obrigações de franqueadores e franqueados, o que faz do mercado de franquias no Brasil um negócio sério e organizado e que justifica o enorme sucesso na atualidade com potencial de crescimento e desenvolvimento rentável a cada ano.

Vamos aos números — a Associação Brasileira de Franchising (ABF) é a grande fomentadora do mercado de franquias no Brasil e responsável por divulgar os resultados das associadas ao longo dos anos.

Como todos os tipos de negócios, entre 2015 e 2017, período grave da crise mundial, houve uma queda na performance do setor, que voltou a crescer em 2018 apresentando faturamento significativo de mais de R$ 170 bilhões e representativos 7% a mais que o ano anterior.

Em 2019, os números voltaram a surpreender positivamente, pois, se nos primeiros três meses de 2018 o setor cresceu 5,1% em relação a um sofrido 2017, o primeiro trimestre desse ano marcou 7% sem dar mostras de recuo, prevendo resultados ainda melhores no fechamento anual.

Muitas franquias são geradoras de empregos diretos e indiretos, pois, dependendo do segmento, assim que iniciam as atividades, abrem as portas de muitas outras empresas que atuam em parceria.

É o caso da franquia de eventos que agrega serviços de buffet, locação de espaço, segurança ou da alimentação que precisa recorrer a fábricas e demais fornecedores para aquisição de matéria-prima e materiais diversos.

Por que uma franquia pode ser vantajosa para o franqueado?

Abrir um negócio do zero é um desafio grande e requer do empreendedor um planejamento cuidadoso sobre todas as variáveis que impactam o novo negócio a fim de proteger o investimento e garantir o retorno financeiro.

Mesmo que o empreendedor visualize uma boa oportunidade, ainda assim ele deverá contar com diversos fatores inerentes ao ramo em que deseja atuar. Por mais que o plano de negócios seja bem estruturado, até que os primeiros resultados comecem a surgir, não se sabe ainda qual será o destino do novo empreendimento.

Não podemos afirmar que a franquia é mais vantajosa ou que dará mais certo que um negócio absolutamente novo, mas podemos entender que o embasamento para abertura de uma franquia é bem maior pelo fato de já existirem diversas unidades com o mesmo formato.

Como a franquia é um negócio padronizado e que obedece a um mesmo modo de operação e atendimento, é possível fazer uma análise mercadológica de viabilidade observando os resultados dos outros franqueados.

Nesse ínterim, ao decidir abrir uma franquia você vai eliminar diversas etapas, como elaboração do plano de negócios, pesquisa de mercado às escuras, despesas com layout ou decoração, e partir direto para a preparação da estrutura padrão.

Se há algo de vantajoso oferecido por uma franquia, é que, depois da definição de investimento e fechado o contrato entre franqueador e franqueado, você vai se preocupar efetivamente com os resultados que o negócio deve apresentar, afinal, você já sabe que o produto ou serviço é bom e que só depende do trabalho e esforço de toda a equipe.

Quais são as principais tendências do setor?

A infinidade de opções no mercado de franquias gera dúvidas quanto à melhor para investir. Há uma gama de possibilidades, mas algumas delas têm maior destaque em praticamente todo o país ou estão despontando como tendência e merecem uma atenção especial. Veja!

Franquias de alimentação

É praticamente impossível viver sem se alimentar. Mesmo para quem está de dieta, a alimentação é essencial para manter a energia do corpo e da mente. Os nutrientes equilibram a saúde e permitem a qualquer pessoa uma vida plena e cheia de atividades.

Por isso, mesmo que a economia entre em crise ou o desemprego assole a população, as franquias de alimentação seguem firmes podendo até sentir uma queda momentânea, mas rapidamente se recuperam de um abalo sem impactos avassaladores.

Os números não mentem — baseado em dados fornecidos pela ABF, em 2017 o faturamento do segmento de alimentação em bilhões foi de R$ 10.884 só no primeiro trimestre. Já em 2018 o percentual cresceu cerca de 6,7%, chegando a R$ 11.616. Para 2019, prospecta-se pelo menos um percentual acima de 7.

Sejam bares, restaurantes, lanchonetes, quiosques ou food trucks, sabemos que esse é um setor que jamais vai deixar de existir e que, acrescentando um diferencial que vá agregar valor e conquistar a preferência dos clientes, esse é o tipo de franquia que tem tudo para ser um sucesso.

Educação

A escola convencional existe, é forte, mas com as mudanças no mundo e no comportamento de mercado, até a educação se rendeu ao mercado de franquias e aderiu a formatos de ensino para crianças, jovens, adultos e até idosos por meio da tecnologia.

Os programas são modernos para atender a um público exigente que gosta de aprender, de idiomas, música, gastronomia, moda e robótica. A proposta da metodologia digital é desenvolver o conhecimento à distância e transformar a vida de um número cada vez maior de pessoas.

A movimentação do faturamento de 2017 chegou a R$ 2.619 bilhões no primeiro trimestre e foi superado, ainda que modestamente, em 2018, com R$ 2.626 no mesmo período. A diferença é pequena, mas levando em conta a constante evolução, espera-se um número ainda melhor em 2019.

Eventos

Há franquias que exigem algumas características específicas de seus franqueados — espírito empreendedor, jovialidade, simpatia, animação e proatividade — pois, para lidar com um publico jovem e inspirar as pessoas todos os dias é preciso ir além do investimento.

Essa é a descrição completa da franquia de eventos, um segmento que está cada vez mais forte e ganhando o mercado. Quem gosta de boas festas e eventos primorosos faz questão de contar com a ajuda de quem tem expertise no ramo.

São muitos os detalhes e uma empresa acostumada a organizar eventos diariamente pode ajudar no planejamento e na intermediação com fornecedores, inclusive, negociando melhores preços e condições para seus clientes.

Quer ser franqueado da VIVA? Entre em contato conosco e saiba como!

Esperamos que este post tenha municiado você de boas informações sobre o mercado de franquias no país. Qualquer negócio novo causa euforia e expectativas e com um bom trabalho e uma boa franquia referenciada você vai se tornar um empreendedor respeitado no mercado.

Se você gostou deste post e quer ter acesso a outros como ele, que tal assinar a nossa newsletter para receber na sua caixa de e-mail todas as novidades que a gente postar por aqui? Prometemos mantê-lo sempre atualizado!

Você também pode entrar em contato com a gente para saber sobre o mercado de eventos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *