Como evitar problemas em comissão de formatura? Descubra agora!

Tempo de leitura: 7 minutos

Se você deseja evitar problemas em comissão de formatura, deve tomar alguns cuidados para não rolar umas tretas durante a organização da colação e do baile. A organização que envolve as decisões de muitas pessoas tende a gerar estresse e um pre fight.

Não se preocupe por que esses B.O.s são normais e, se por um lado rola um desgaste para chegar a um acordo, por outro, você aprenderá a desenvolver habilidades que serão úteis na sua carreira, por isso, resolva tudo com a calma de um samurai e só dê uma virada no Jiraya se realmente precisar.

Neste post vamos ajudar você a se antecipar e evitar que esses perrengues aconteçam para atravessar o tapete vermelho da organização dando tchauzinho de miss e muiiitos beijinho no ombro com sua festa inesquecível!

Quais são os principais problemas de comissão de formatura?

Quem pensa que a galera da comissão de formatura passa bem só provando os salgadinhos do buffet está bem enganado. Antes disso, uma série de compromissos precisam ser firmados para dar vida àquelas imagens cheias de brilho que vemos nas fotos e nos vídeos.

Lá no início, quando a comissão é formada, cada membro ganha um cargo com atribuições e uma pá de responsabilidades para realizar o sonho de uma turma inteira — fechar com muito glamour a sequência dos anos dedicados ao aprendizado, celebrar esse momento e seguir em frente.

Tudo parece flores e a galera já começa cheia de entusiasmo, doidiiinha para o curso acabar logo só para cair dentro da festa. Organização bonita, galera animada, porquinho engordando com as mensalidades, até surgir o risco iminente de problemas.

Maaas, como você é uma pessoinha bem safa, vai se antecipar e tomar as precauções necessárias para fazer a melhor gestão e dar aquele troco nasinimigas que achavam que você não ia coordenar nem as medidas da sobrancelha. Sabe de naaada inocente!

Bora conhecer algumas dessas bolas fora e saber o que deve ser feito para não deixar que se tornem um pesadelo.

Empresa mal-intencionada

Tem empresa no mercado que já aborda a comissão toda trabalhada na desonestidade. Nada mais triste que ser enganado no dia mais especial da vida até o momento. Vamos fazer um comparativo com a cerimônia de casamento.

Primeiro rola o flerte, depois o namoro, o noivado e quando chega o dia de subir ao altar com tudo pronto, um par do casalzinho não aparece para dizer o sim? Ahhh não! Voltemos à contratação de uma empresa de formatura.

Durante a fase de construção do relacionamento, solicite provas das boas intenções — minuta do contrato com detalhamento dos serviços, o preço, o prazo e as condições para pagamento.

Conheça a reputação da empresa no mercado, pesquisando sobre a qualidade dos serviços prestados em eventos anteriores, sua reputação. Tome o cuidado de não fazer essa verificação por telefone — sua ligação pode ser direcionada para um membro de um grupo especializado em trambiques.

Firme o contrato, mas não pague tudo de uma vez. Um valor de sinal é importante para garantir o compromisso e a empresa que não tem a intenção de lesar o cliente age de maneira correta, recebendo apenas uma parte do acordado em contrato e o restante próximo das datas de evento.

Alunos inadimplentes

Fala sério! Coleguinha dar o toco na comissão é beeem frustrante — alguns anos separam o início dos preparativos das festividades. Isso quer dizer que há um tempo longo de parcelamento e as prestações nem ficam tão altas assim.

Acontece que quem nasce para o descontrole financeiro vai ter dificuldades de administrar um real. Como na faculdade acabam surgindo uns rolês com a turma, muitos acabam gastando mais do que o bolso permite e acham que podem dar aquela enrolada na comissão.

Powered by Rock Convert

 A melhor forma de evitar essas fadigas é instituir uma regra de pagamento em dia e, caso o coleguinha atrasar a parcela, será responsabilizado com multa e juros sobre o tempo de inadimplência.

Não faz sentido, meiiixmo, todos cumprirem com suas obrigações em dia e aquele aluno escorregadio ter os mesmos benefícios. Nananinanão… sem pagamento, sem festinha, sem post no Instagram. É importante que as regras valham para todos e sejam cobradas por todos, afinal, há um interesse coletivo nessa parada.

Fornecedores problemáticos

Xiiiii, isso é o que mais existe no mercado! Fuja de fornecedores cheios de lábia e que adoram contar vantagens, mas serviço de qualidade que é bom, passa longe. Fique ligado em serviços que demandam tempo e prazo para entrega.

É bom certificar antes que o fornecedor está mesmo apto para atender a demanda da sua turma. Referência é vida, então, antes de fechar um serviço, procure saber como foi a experiência de outras turmas. Uma boa estratégia é contar com a indicação de fornecedores para evitar pagar por um serviço prestado fora do prazo.

E dizemos mais! Se você quer mesmo evitar dor de cabeça com fornecedores, contrate uma empresa de formatura topzera e ela fará todos esses contatinhos para a comissão. Inclusive, uma empresa de responsa já dispõe de um catálogo imenso de fornecedores parceiros.

Como evitar esses transtornos?

Saca só como você pode evitar essas canseiras e curtir o baile sussa!

Faça um planejamento

Simmm! Quem tem um planejamento deve estar preparado para situações B, C, D ou até o alfabeto inteiro, pois não deixa a peteca cair quando surge um momento problemático com a comissão de formatura.

Os membros da comissão precisam ter proatividade e talento para resolver situações críticas em um curto espaço de tempo, mas não sem antes pensar detalhadamente em tudo que desejam para a formatura.

Depois de mapear tudo que fará parte da programação, organize as informações em ordem cronológica, siga o passo a passo e consulte sempre que for necessário. Fugir do planejado é a pior manobra para cometer erros baseados em decisões de última hora.

Cuide do estatuto da comissão

O estatuto, que não é obrigatório, regulamenta as ações da comissão e formaliza os interesses em relação à formatura. A ideia do documento é dar aquela institucionalizada no que a turma deseja para a organização da formatura. Nele devem constar as seguintes informações:

  • constituição;
  • objetivo;
  • obrigações dos membros (isso inclui a turma inteira);
  • como serão obtidos recursos;
  • composição e competências dos participantes da comissão.

Escolha bem as empresas fornecedoras

Já falamos sobre isso um pouco mais acima, mas como a formatura depende quase que em totalidade dos fornecedores, voltamos aqui para fortalecer a importância de escolher uma parceria firme que cumpra tudo que for prometido.

Se você tem um faro investigativo, dê uma conferida nas condições de legalidade do fornecedor. Pelo CNPJ dá para saber se há alguma infração grave ou processo rolando por não atendimento a um cliente — que pode ser outra turma formanda e a sua conseguir sair da enrascada em tempo hábil.

É fundamental estabelecer os critérios de contratação de fornecedores para não perder toda a grana arrecadada por tanto tempo. Imagine todo mundo poupando e depositando tudo no cofrinho, a comissão na ralação para dar conta do recado, vem um fornecedor e rapa as moedinhas sem prestar o serviço? Nem rola!

A melhor forma de evitar problemas de comissão é contar com aquele ditado de vó “um olho no peixe e o outro no gato”, ou seja, estar sempre atento ao movimento da conta bancária, contratar uma empresa de formatura com expertise de mercado e assegurar a idoneidade dos fornecedores.

Assim, no dia da festa é se jogar na pista e lacrar total junto com Lady Gaga ao som de Just Dance!

Se você gostou deste post com dicas de como evitar problemas em comissão de formatura, compartilhe nas suas redes sociais e deixe que outros coleguinhas da facul saibam também como fazer na hora de fazer a programação para o grande dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *