Aprenda agora como conciliar comissão de formatura com os estudos

Tempo de leitura: 5 minutos

Terminar o ensino médio ou a faculdade é o sonho de muita gente, mas quando a realidade bate à porta, é certeza que a euforia invade a alma. Aposto que você já está se vendo de beca recebendo o canudo em uma cerimônia pra lá de charmosa, não é mesmo? Quem nunca?

Acontece que a caminhada é longa e antes de ter a chance de jogar o capelo para cima, naquele gesto que todo estudante tem vontade de fazer, a turma vai ter que suar a camisa nos preparativos e, para isso, é preciso montar uma comissão de formatura.

Se você quer compor o time responsável pela organização, desde o primeiro momento precisa aprender a conciliar comissão de formatura com os estudos, equilibrando um e outro para não deixar a peteca cair e comprometer os resultados de ambos.

Por que vale a pena participar da comissão de formatura?

Relaxa! Você não está entrando em uma doce enrascada! Beleza, não é nada fácil acumular ter diferentes funções, ainda mais quando o nível de complexidade, tanto da comissão de formatura, quanto dos estudos, compete pau a pau, mas pode apostar que é muito gratificante ver os resultados.

A comissão de formatura existe para criar meios de coletar fundos e custear a formatura e o baile. Os membros com participação efetiva puxam o bonde, mas a turma toda precisa se comprometer e contribuir para o sucesso das ações propostas.

Participando da comissão você vai aumentar e muito o chamado newtorking — rede de relacionamentos — e, quem sabe, até não rola um contato interessante para alguns jobs quando você precisar? É para isso que servem os contatinhos.

Como nem tudo são flores e a alegria dura pouco, você vai ter que dar um jeito de conciliar comissão de formatura e estudos, mas quer saber? É tudibão! Você vai descobrir muitas habilidades e potencialidades — relacionamento interpessoal, poder de negociação, liderança, oratória — que servirão para a carreira profissional.

Você deve estar se perguntando como fará isso e se dará conta do recado. A resposta é simples: basta organizar, planejar e conciliar as duas coisas. Mas fica de boa, separei umas dicas top das galáxias para ajudar você a passar pelo perrengue desafio sem perder a compostura. Dá uma conferida!

Estabeleça as prioridades

À medida que você avançar nos estudos, conseguirá identificar o que é urgente e o que pode ocupar lugar secundário. Como a comissão de formatura vai durar o mesmo período que o estudo, algumas atividades poderão ser prorrogadas ou deixadas para um futuro breve.

Elabore um cronograma de atividades

Tanto para os estudos, quanto para as funções dentro da comissão, essa é uma dica preciosa e se você, de fato, colocar no papel com todas as suas atividades, organizando direitinho o dia a dia, terá uma empreitada muito maravilhosa!

Adotar um cronograma para auxiliar as atividades da comissão é uma sacada de mestre. Com ele, dificilmente algo deixará de ser executado. Como esquecer daquilo que está anotado e programado para cada um? Vai dar ruim se alguém deixar um item do cronograma para trás.

Abra mão ou delegue algumas tarefas

Você não precisa estar à frente da comissão de formatura o tempo todo. Saiba distribuir as tarefas de maneira igualitária, para que todos tenham um mínimo de responsabilidades no melhor estilo “toma que o filho é teu”, para dividir o fardo com a galera.

Não tente dar uma de super-herói porque você não é personagem do Stan Lee em um filme da Marvel, e seus superpoderes estão limitados a fazer sua parte, deixando que cada um tome posse de seus compromissos com a comissão. Não há mágica e o negócio é botar o time pra jogo e vencer a parada.

Faça adaptações na sua rotina

A rotina de um estudante não é moleza! Tudo muda quando alguém entra em um projeto dessa proporção, que é a comissão de formatura, e em sua rotina vai ter que caber uma solução simpática para conciliar comissão de formatura com os estudos.

Organize o tempo de forma eficiente

O tempo é um vilão para quem acumula funções e você vai ter que aprender a lidar com a escassez dele em sua vida de membro de comissão de formatura e estudante. Pode ser que você tenha que usar os intervalos das aulas para discutir algum assunto importante da comissão.

Por outro lado, talvez você tenha que estudar até tarde durante alguns dias, para compensar o tempo de envolvimento até o último fio de cabelo em algum evento topzeira promovido pela comissão e que vai acontecer no próximo findi.

Conheça seus limites

É muito legal descobrir a capacidade de fazer duas coisas ao mesmo tempo, mas, calmaê! Não vá com muita sede ao pote. Seu corpo e seu organismo podem não acompanhar a aceleração da sua mente e, com isso, gerar uma fadiga além do normal.

Não assuste x crush com seu aspecto de cansaço. Por isso, dê um tempo a si mesmo para recuperar as energias. Permita-se algumas boas noites de sono e um passeio em meio à natureza, por exemplo, para dar ao corpo e a mente um descanso merecido.

Ao final, quer uma dica bônus destruidora? Para minimizar toda a angústia da turma na hora de conciliar comissão de formatura com os estudos, que tal pensar em contratar uma empresa de formatura para dar aquela mãozinha em todas as etapas e mais fortemente naqueles dias de provas cabulosas?

Uma boa e experiente empresa de formatura sabe direitinho toda dificuldade enfrentada pela comissão para conseguir realizar uma grande celebração pela conquista de um diploma. Logo, vai saber conduzir cada uma das atividades, orientando e dando total apoio para a galera da comissão.

Gostou deste post com as dicas para conciliar comissão de formatura com estudos? Viu que não é tão impossível assim? Então, continue dando aquele rolê por nosso blog, leia agora mesmo o post “Como montar uma Comissão de formatura? ” e garanta que a festa de formatura seja tão espetacular quanto a sua felicidade em saber que com equilíbrio, tudo dá certo no final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *