7 dicas de como estudar para o vestibular sozinho e conquistar a aprovação

Tempo de leitura: 6 minutos

Muita gente fica em dúvida se é uma boa ideia estudar para o vestibular sozinho. Acontece que estar em uma sala com professor e diversos coleguinhas nem sempre é certeza de aprendizado e garantia de aprovação.

Você pode escolher batalhar por essa conquista sozinho, no aconchego do seu lar ou em um local preferido, mas saiba que é preciso estabelecer algumas regras para aproveitar melhor o tempo dedicado aos estudos.

Neste post vamos ajudar você com 7 dicas tops de como estudar para o vestibular sozinho e ver seu nome no topo da lista de aprovados. Não é fácil e você terá que superar aquele desejo ardente de se jogar no sofá da sala para conferir as últimas postagens do Instagram. Coraaagem!

Persistência: a chave do sucesso de quem estuda para o vestibular sozinho

A sala de aula é um universo de troca, de perguntas e respostas, de debates e explanações. Professores se esforçam para preparar o melhor possível cada aluno para o vestibular.

É muito conteúdo para um número limitado de questões e, mesmo baseando-se em edições anteriores ou considerando os temas da atualidade, é impossível saber, de fato, o que vai cair nas provas.

Se você escolheu estudar para o vestibular sozinho é porque se encontra em três situações — ou a grana tá curta para bancar o cursinho, precisa conciliar com a escola ou prefere mesmo uma preparação solo por achar que o rendimento é melhor.

Não importa qual é o seu motivo. Tudo que você precisa ter em mente é que é plenamente possível, desde que seu tempo de estudos seja mesmo aproveitado como deve ser e você planeje bem seu cronograma com abrangência máxima de conteúdo para mandar super bem no grande dia.

7 dicas de como ser aprovado estudando para o vestibular sozinho

Já ouviu a expressão “no pain, no gain”? Sim, se não houver sacrifícios, os ganhos entrarão no final da fila. Imagine que, assim como você, muitos outros jovens estão enfrentando o mesmo perrengue.

As vagas são limitadas e entrarão aqueles que se esforçarem mais e que tiverem convicção da importância de um curso superior para a formação e preparo de uma profissão de sucesso.

Trouxemos essas 7 dicas para colaborar com seu momento CDF, porque temos a certeza de que você vai chegar lá lacrando que é pra matar azinimigas de inveja. Bora lá?

1. Crie um cronograma de estudos

Criar e seguir um cronograma são os primeiros passos para garantir um bom aproveitamento das horas de estudos. A disciplina é uma característica importante para qualquer aluno que deseja ter êxito.

Saiba o que estudar em um determinado dia, antes mesmo de pegar nos livros. Dessa forma você já mentaliza e se prepara para a maratona sem ficar perdido se perguntando por onde começar.

2. Defina horários fixos para estudar

Um dia nunca é igual ao outro e se você não definir metas e obrigações correrá o risco de se entreter com outros assuntos. Mesmo que sua mãe peça uma ajudinha para fazer uma atividade da casa ou um amigo chame para ver o que tá rolando na Netflix, seja firme e vá estudar.

Se você fosse para o cursinho não teria que cumprir a carga horária? Pois faça o mesmo em casa. Finja que seu quarto é a sala de aula e crie um bom e confortável ambiente de estudos para passar boas horas se dedicando em uma rotina bem direcionada.

Uma boa estratégia de estudos para aproveitar bem o tempo imposto pelo relógio é a Técnica Pomodoro — use um cronômetro para dividir o tempo de estudo em períodos de 25 minutos com pequenas pausas para um café, um lanchinho ou, até mesmo, um breve cochilo.

3. Diversifique as fontes de aprendizado

Essa é uma dica importante, pois existem muitas fontes que você pode utilizar para estudar e aprender. Selecione livros, exercícios de simulados, conteúdos online e crie uma espécie de biblioteca de acordo com as matérias.

Deixe tudo isso separado antecipadamente e de acordo com o cronograma. Assim, você saberá o que é preciso estudar sem perder tempo procurando boas referências. Baseie-se em quem tem autoridade sobre um assunto, pois as questões do vestibular são elaboradas considerando as abordagens mais inteligentes no universo acadêmico.

4. Faça resumos e anotações

Os resumos são um compilado de assuntos grandes e, por vezes, complexos. Fazer anotações ajuda a formar um pensamento com base no seu entendimento, o que pode facilitar a capacidade de memorização e clareza nas respostas na hora da prova.

Ao fazer um resumo, instintivamente, você repassará um tema facilitando o aprendizado. Leia em voz alta para ter a certeza de que escreveu algo realmente interessante para ser lembrado durante as questões.

5. Tenha foco

Estudar para o vestibular sozinho não é fácil e você precisa focar no objetivo. A mente é uma caixinha de surpresas e muitas vezes você vai se pegar pensando no crush ou no rolê do final de semana, quando na verdade deveria pensar na soma dos catetos.

Faça o possível e o impossível para se concentrar no objetivo maior que é passar no vestibular. Quando o pensamento seguir outros caminhos, pare e recupere a atenção no cronograma do dia. Lembra quando falamos da persistência? Somente você terá o poder de ditar os rumos do pensamento.

6. Permita horários de descanso

Como ninguém é de ferro, não adianta você achar que estudar exaustivamente vai fazer você conquistar o primeiro lugar da lista. A fadiga mental é uma vilã perigosa, pois atrapalha o rendimento e pode interferir na qualidade dos seus estudos.

É preciso entender os sinais de cansaço do corpo e da mente para que o tempo dedicado aos estudos tenha um aproveitamento satisfatório. Escolher um final de semana para dar um rolê com os amigos ou atualizar aquela série favorita só vai ajudar você a recuperar as energias para o segundo round.

7. Cuide da saúde

Mente sã, corpo são, já dizia uma famosa citação latina. Muitas vezes é preciso esvaziar a mente para tornar enchê-la com informações. Cuidar da saúde não é só se permitir umas horas de lazer em meio a tanto estudo.

É também se alimentar corretamente, dormir uma quantidade de horas adequadas e relaxar a mente. Fazer uma atividade física — corrida, cross fit, trilhas, caminhadas etc. — ajuda a equilibrar a energia do corpo para alimentar a mente.

Perceba que estudar para o vestibular sozinho não é um bicho de sete cabeças, mas também está longe de ser fácil. Esteja certo de onde você deseja chegar e o quanto precisa para alcançar o objetivo. A conquista da aprovação só dependerá de você e de toda a sua persistência nesse período de estudos solitário.

Se você curtiu este post, saiba que temos no nosso blog muitos conteúdos sobre o universo acadêmico que você vai gostar de ler. Para isso, basta assinar a nossa newsletter e receber direto na sua caixa de entrada o que temos publicado!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *