Bolsa de estudo para faculdade: 5 tipos para você ingressar na graduação

Tempo de leitura: 6 minutos

Um sonho de carreira, um curso de graduação e de repente uma barreira — muitas faculdades são particulares e as mensalidades custam o preço de um rim, mas você sabia que pode conseguir uma bolsa de estudo para faculdade?

Antes de qualquer coisa, precisamos dizer que os sonhos só se tornam realidade quando corremos atrás e buscamos alternativas. Enquanto você bater na tecla de que não tem dinheiro ou oportunidades, os coleguinhas vão encontrar alternativas e passar na sua frente.

Para você, que está muito a fim de ingressar no ensino superior, mas esbarra nas limitações financeiras, já pode ficar animado, pois trouxemos pelo menos 5 tipos de bolsa de estudo que você pode tentar para conseguir uma vaguinha na faculdade. Vamos lá?

Conceito de bolsa de estudo

A bolsa de estudos é um auxílio e aporte financeiro para aqueles estudantes que não têm dinheiro suficiente para arcar com as mensalidades do curso. Estamos falando de faculdades privadas, onde toda a manutenção e investimentos são custeados com recursos provenientes do pagamento das mensalidades.

As bolsas então servem para ajudar a quem não tem toda ou parte da grana, a pagar as mensalidades. Muitos universitários recorrem às bolsas de estudo para, mais tarde, se tornarem excelentes profissionais, devolvendo à sociedade todo esse investimento.

5 tipos de bolsa para faculdade

São diversos os tipos de bolsa de estudo e cada uma delas com particularidades e características diferenciadas. O direito de utilização depende do contexto e muitas vezes, da ciência de que elas existem.

Por isso decidimos produzir esse artigo: para apresentar a você 5 tipos de bolsa de estudo para faculdade, mostrar como elas funcionam e que é possível ingressar no ensino superior com um super apoio.

1. Prouni

O MEC (Ministério da Educação) lançou o Prouni (Programa Universidade para Todos) com o intuito de assistir aos estudantes de baixa renda que obtenham pelo menos 450 pontos na média das notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

As bolsas são concedidas semestralmente, de forma integral ou parcial — pagando cem ou cinquenta por cento nas faculdades privadas. É o maior e mais expressivo programa do Brasil.

Para participar, o estudante precisa atender a alguns critérios — ter uma renda familiar de até três salários mínimos, ter estudado em escola pública ou como bolsista integral em qualquer escola privada, ter participado da edição anterior do Enem (com nota mínima, conforme exigido pelo MEC) ou ser pessoa com deficiência.

2. Bolsas de faculdades privadas

Algumas instituições de ensino criam seus programas próprios de bolsas de estudo e as ofertam aos alunos de diversos cursos. Cada faculdade divulga o seu edital com os critérios para participação.

Veja algumas das principais instituições de ensino que oferecem programas próprios e especiais de concessão de bolsa de estudo, com descontos bastante especiais.

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
  • Cruzeiro do Sul Educacional (presencial) – em São Paulo
  • Cruzeiro do Sul Virtual (à distância)
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
  • FMU (à distância)
  • Universidade Anhembi Morumbi (à distância)
  • Pontifícia Universidade Católica (PUC)
  • Universidade Metodista — São Paulo

3. Bolsas de empresas privadas

Muitas empresas fazem questão de colaborar para a qualificação de seus funcionários e, para isso, desenvolvem um programa interno de concessão de bolsa de estudo para faculdade. O incentivo é uma forma de motivação que pode ajudar funcionários com dificuldade para manter o curso.

Se você estiver trabalhando, procure o RH para saber se na sua empresa existe algum tipo de incentivo. Se ainda não iniciou sua jornada profissional, fique atento às empresas que priorizam e auxiliam os estudos de seus colaboradores.

Esse pode ser um critério de desempate na hora de decidir sobre uma vaga de emprego — saber que existem empresas que não apenas incentivam os estudos dos funcionários, mas colaboram para que ele aconteça dá um quentinho no coração.

4. Bolsas de programas estaduais

Para quem está no Sudeste, em São Paulo existe o Bolsa Universidade. Já para quem está no Sul do país, o Procred, no Rio Grande do Sul é um programa estadual de auxílio aos estudantes.

Em Santa Catarina, por exemplo, tem o Uniedu, com bolsas de 25% a 100% para várias faculdades do Estado. Fique de olho nos programas de cada estado e tudo que você precisa fazer para conquistar uma bolsa.

5. Bolsas de universidade no exterior

Muitos universitários sonham em estudar fora, mas morrem de medo de morar em outra cidade que não seja a sua. As universidades estrangeiras desenvolvem programas para dar suporte ao estrangeiro e possibilidade de continuar os estudos.

As bolsas não são padronizadas e podem ser concedidas de acordo com alguns requisitos: objetivo, nível de estudo, duração do curso, valor, admissão. É importante verificar, no país que você pretende estudar, quais são os tipos de bolsa para faculdade existentes.

Países como Finlândia, Itália, China, Holanda, Dinamarca, Estados Unidos, França, Japão e Taiwan são alguns dos que oferecem diversos programas de bolsa de estudo para a graduação. É preciso correr atrás e pesquisar, se você quiser viver essa experiência internacional.

São diversos os tipos de bolsas estrangeiras e você pode analisar onde se enquadra para buscar especificamente por uma oportunidade. Veja só:

  • bolsa de estudo por mérito acadêmico;
  • bolsa de estudo para talentos específicos;
  • bolsa de estudo por necessidade financeira;
  • bolsa de estudo para atletas;
  • bolsa de estudo específicas da universidade;
  • bolsa de criatividade;
  • bolsa de serviço comunitário;
  • bolsas para as minorias;
  • bolsas para mulheres;
  • bolsas para militares.

Se você conhecer cada tipo de bolsa, como funciona e ondem são oferecidas, terá a chance de se preparar para concorrer quando for divulgado. Por exemplo, as bolsas internacionais costumam exigir um nível médio do idioma — se você tiver facilidade, poderá aprender por aplicativos gratuitos, mas isso não acontece da noite para o dia.

Como dissemos no início deste post, os tipos de bolsa de estudo para faculdade são variados e personalizados. Em cada um você vai encontrar aspectos que são relevantes e interessantes para os seus objetivos. É preciso bastante pesquisa e interesse, viu? Esse benefício não chegará batendo à sua porta.

Curtiu o post? Viu quantas possibilidades de ingressar na faculdade por meio de uma bolsa de estudo? Não desista porque esse é só o começo. Que tal assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse e ficar por dentro de tudo o que rola no universo acadêmico!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *