Afinal, como organizar uma eleição para comissão de formatura?

7 minutos para ler

Qual é o segredinho de uma comissão de formatura lacradora? Uma boa formação é, certamente, um dos motivos mais fortes para garantir que a comissão vá fazer um trabalho top na organização dos eventos e do grande baile.

Por isso, a eleição para comissão de formatura deve ganhar uma atenção especial da galera na hora de montar o grupinho da responsa. A comissão tem funções muito importantes e cada cargo deve ser preenchido por um coleguinha com o perfil adequado para que tudo saia conforme o planejado.

Quer uma ajudinha na organização da eleição para formar a comissão de formatura? Neste post, trazemos um pequeno guia para ajudar você e a turma a eleger quem vai fazer o que na comissão e representar a galera junto da empresa de formatura e dos fornecedores!

Eleição para comissão de formatura: por que é tão importante

A comissão é um grupo formado por alunos eleitos pelos colegas, com cargos e funções específicos, criado para planejar e organizar os eventos, além de fazer a ponte de comunicação entre a turma e a empresa de formatura ou fornecedores.

Só aí já dá para perceber a importância dos cargos de uma comissão — presidente, vice-presidente, secretário, tesoureiro, marketing —, afinal, já sabemos que pode rolar tretas e mais tretas se não existir uma centralização das responsabilidades.

Imagine! Um mínimo de trinta pessoas com opiniões individuais e querendo que prevaleça sua vontade — um pequeno caos em andamento. Alguém tem que colocar ordem e chamar para si o comprometimento com essa representatividade.

Principais questões envolvendo a eleição

Antes de falar sobre a eleição, vale lembrar que não estamos nos referindo apenas às festas menores, que acontecem ao longo do curso, mas ao baile de formatura: aquela festa gigantesca, com muitos detalhes e que não custa barato.

Sem planejamento e organização, será difícil celebrar em grande estilo, por isso, a liga dos formandos deve ser composta, quanto antes, para iniciar os preparativos, que, por sinal, dão um trabalho danado — cada membro da comissão é gente como a gente e estará também no mesmo barco dos perrengues enquanto estudantes.

Alguns aspectos são muito importantes e devem ser considerados na hora de realizar a eleição para a comissão de formatura.

Reúna a turma e chama no probleminha, para evitar um problemão mais tarde — já vimos muitas turmas deixarem de confraternizar por não darem a importância devida a esse momento.

É que além dos detalhes, as empresas de formatura mais top, os melhores lugares para confraternizar e fornecedores mais competentes são contratados com muita antecedência e, se a sua turma demorar muito para formar a comissão e começar os preparativos, correrá o risco de ficar sem a festa. Sem chances, né non?

Como funciona a votação

Primeiramente é preciso entender que não dá para escolher os membros da comissão na base do unidunitê. A comissão é uma associação que deve ser levada a sério, mesmo que o motivo da sua formação seja para organizar a farra e o entretenimento.

Geralmente, a comissão funciona bem com um número entre 6 e 10 membros, o que depende da quantidade total de coleguinhas. Os cargos de presidente, vice-presidente, secretário, tesoureiro e marketing, serão ocupados conforme a votação e o perfil dos interessados.

empresa-de-formatura

Depois que os nomes forem divulgados e os candidatos apresentados, será a hora de a turma escolher em algo parecido com uma assembleia, com direito a todos os detalhes que uma eleição séria exige.

Quem pode votar

Todos os alunos que forem participar da festa e tiverem interesse em aderir ao fundo de formatura podem e devem votar para a formação da comissão, principalmente se houver mais de uma turma e a ideia for criar apenas uma comissão de formatura.

Votação em papel ou app

Dependendo do número de alunos, dá para distribuir um papelzinho a cada um, com os nomes dos coleguinhas candidatos e pedir para que votem nos que acharem aptos a exercer os cargos, colocando em uma urna para garantir o anonimato.

Mas, se a turma for muito grande ou abranger mais salas, talvez pensar em algo inovador, como um aplicativo de votação anônima e online, seja uma ideia boa para ajudar a computar os votos mais rápido.

Votação de cargo ou de integrantes

Uma coisa leva a outra, pois os cargos precisam ser ocupados de acordo com o perfil de cada candidato. Não basta apenas integrar a comissão de formatura, mas ter algum conhecimento e habilidades para ocupar um cargo e colocar a mão na massa.

Portanto, pode-se escolher primeiro os membros da comissão e depois partir para a designação dos cargos conforme o perfil necessário. Essa é uma decisão que toda a turma deve tomar para organizar melhor como será a votação.

Como escolher perfil para cada cargo

Não rola, por exemplo, de alguém muito tímido ser o responsável pelo marketing, um cargo que exige alto astral e grande poder de comunicação, assim como é impossível que alguém sem habilidade de controle numérico se candidate ao cargo de tesoureiro.

Depois que o grupo for eleito, será essencial definir quem ocupará determinado cargo, levando em consideração não só o perfil, mas qualquer experiência já vivenciada antes da faculdade e que ajude a compor melhor a missão de representar a turma.

Quem desempata

Vamos imaginar que deu coluna do meio, ou seja, empate entre coleguinhas para ocupar um mesmo cargo. Como será o desempate? Uma nova votação? Alguém neutro, representante da faculdade, para dar o voto de Minerva? — ter esse critério definido é bem importante.

Critério de eleição

É preciso estabelecer um critério que seja de conhecimento de todos, antes de a eleição começar e assim evitar as tretas. Como será a apuração? Do mais votado ou que apresentar algum quesito especial?

Como convocar a turma para eleição

Hoje em dia, convocar a galera para participar da eleição da comissão de formatura é muito fácil, pois a informação corre rápido e chegará aos participantes por meio de redes sociais, e-mail, blog, edital ou qualquer canal de comunicação.

Como organizar uma pauta de reunião de votação

Mesmo com a convocação para a eleição, é fundamental elaborar uma pauta para o dia da reunião, pois, assim, o foco não será perdido com tantas pessoas querendo participar ou dar opiniões.

Falar sobre a importância da eleição da comissão de formatura e criação de um grupo representativo dará mais ênfase e relevância à participação efetiva de todos. A formalização da eleição e posteriormente da comissão são garantias de profissionalismo dos integrantes e das atividades realizadas.

Se você curtiu este post, vai gostar de saber também como evitar problemas na comissão de formatura. O relacionamento humano é repleto de desafios, e saber como vencê-los vai ajudar a alcançar o objetivo final que é proporcionar uma festa incrível a todos os participantes!

Posts relacionados

Deixe um comentário